novembro 28, 2009

Encadeados caminhos











Enya






No escuro, só uma vela


Revela minha preocupação:

Solidão que não cessa

Confessa-me a exaustão

Não se pode extinguir

Mentir é preciso para ir

Prosseguir no destino:

Fino caminho de minha ilusão

Coração é preciso encadear-se

Concatenar-se à imaginação




13 comentários:

  1. Venho retribuir a visita, e encontro este lindo e expressivo poema. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Retratos do escuro, silêncio e solidão.
    Poemas o interior das coisas.

    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Na escuridão podemos ver melhor dentro de nós...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Minha solidão anda lado lado com a preocupação, na escuridão!

    ;*

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigada pela retribuição,
    é um prazer tê-lo aqui, A Reiffer.

    ResponderExcluir
  6. Nydia, Mai e Pri...

    A solidão forma, como diz Pessoa, poetas.

    Nydia, Clarice disse uma vez - era mais ou menos assim: antes tinha medo do escuro, hoje me acho na escuridão. A solidão é o princípio para uma razoável convivência.
    A gente se acha - na escuridão, neh?

    Mai, nosso interior de poetas/tizas...
    está rebleto de poemas, o nosso interior persofinicando palabras e despersonificando palavras... sempre procurando um vazio para se acalmar, uma solidão... que às vezes, cessa nossos maus pensamentos.

    Não se preocupe, Pri... Talvez, a solução esteja na escuridão, pois nossas respostas não podem ser sempre claras...

    ResponderExcluir
  7. A clara escuridão que leva a todas as imaginações!

    Abraços..

    Jefferson

    ResponderExcluir
  8. Pois é Jefferson, quem sou eu para disso discordar?! a escuridão leva-me, muitas vezes, à lugares tão claros...

    Beijos,
    Ry.

    ResponderExcluir
  9. Que lindo blog, que delicia de poesia!
    Parabens! Amei sua passagem pelo meu blog e sei que voltarei tambem ao seu!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  10. Bezerra, esta poesía es muy bonita. Te felicito, porque eres muy joven y muy expresiva.
    Además, bonita.

    Pintas también?
    Un beso, joshemari

    ResponderExcluir
  11. Muito obrigada, Joshemari.

    Não, eu não pito.


    Beijos,
    Ry.

    ResponderExcluir

"Tudo vale a pena se a alma não é pequena." Fernando Pessoa